Textos

Amando pela net
Há algum tempo atrás, não queria internet
Achei que era coisa do demo ou qualquer coisa assim
Entrei num tal de Face para ver o que era
Cerquei-me por todos os lados com segurança e medo,
pois achei que lá descobririam todos meus segredos.
Depois de um tempo, lendo algumas verdades e divertindo-me com tolices
Resolvi avançar mais e experimentar as crendices.
Entrei num site de gente, gente que se sentia só
e lá só queria eu procurar algum parceiro
Para conversar, sorrir e sonhar
Talvez quem sabe também amar.
Conheci vários cavalheiros,que me fizeram sonhar.
Para mim era um encontro, me arrumava e tudo,
sonhava diariamente com um sonho adormecido.
Um dia ele surgiu entre todos com  a escrita mais linda.
Chamou-me a atenção pois as falas eram outras.
Escrevia como um rei e se portava como tal
Falava de terras distantes e eu me pus a imaginar,
Andando de mãos dadas, ouvindo suas histórias,
caminhei em vales floridos,
Banhei-me até no mar.
Depois de longas conversas.
Todas muito coloridas.
Conheci pessoalmente o cavaleiro encantado,
Foi amor a primeira vista, era gentil o danado.
Hoje vivo encantada, graças a essa invenção.
Vou me casar e tenho uma vontade estranha, de colocar no face
A felicidade que sinto.
O que iniciou num book e agora está no recinto.
Joaquina Affonso
Enviado por Joaquina Affonso em 23/01/2015


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr