Textos

Encantador de amor
O brilho não tens como eu tenho, cândido e meigo.
Mas se brilhas me cobre com sua imensidão
Talvez um dia venha me pedir para que me curve à tua presença
Oh doce  lua que me encantas na rua de seu coração
Eu pobre sonhador que sonhou e brilhou por ti somente tão envolvente como paixão
De dia brilhas e me recusas, passeando com seus pés na rua da minha alma.
Linda criatura que me encanta aos olhos, venha somente para eu te amar.
Candura de vidro que se quebraria, como um sonho profundo do seu olhar
Oh minha menina, por onde andas, tão leve e solta como a brisa.
Do mar eu desejo a cor no seu corpo a me encantar.
Doce semente que cai do fruto maduro e doce que o pássaro sonha
Triste trovador que sonha com amor mas que no fundo, se contenta com a dor
Joaquina Affonso
Enviado por Joaquina Affonso em 26/01/2015


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr