Textos

Viagem de volta
Foi exatamente assim doutor.
Juro como foi, nada mais do que isso
Comprei as passagens, comprei roupa bonita e até sapato novo.
Acordei cedo, aliás nem dormi de noite, pensando bem ...
Não dormia ha quinze dias, só pensando na viagem
Tomei meu banho, bem devagar, afinal eu tinha que me arrumar
Era minha primeira viagem para fora do Brasilzão.
Que dia, que noite! que ansiedade para entrar no avião.
Fiquei cheiroso e bonito, coloquei até um lenço no bolso.
Passei a mão na  minha mala e fui lá atrás do avião.
Me colocaram numa fila, peguei os documentos
Empinei um pouco a cabeça para ficar mais acomodado.
Entrei na lata, era grande e alongado
sentei na B3 que era a que eu tinha reservado.
Era bonita por fora, mas era apertada a danada
O comandante falou alto e soberbo.
Que ninguém saia do lugar!
Me deu um frio na barriga, mas fiquei duro no banco.
Depois de muito tempo e muito solavanco.
Cheguei  no país de destino, com um sorriso me cortando o rosto.
Numa fila de novo eu estava e o guarda olhando pra mim.
Com uma cara de brabo que eu não sei o porque.
Me perguntou bem rápido porque eu queria entrar lá.
Eu disse: do mesmo jeito que vocês entram no meu país,
quero ver o que tem de bom aqui , bem abaixo do seu nariz.
Ele me disse: vá saindo fora que aqui não entra não,
pode voltar direto no primeiro avião.
Depois disso doutor minha vida mudou
Não durmo de dia nem de noite
Pensando nessa viagem, tenho até medo de voltar pra confusão.
Só sei que viajem não faço mais.
Nem me interessa o que tem fora do meu país.
Pois aqui ando a vontade, sou querido e aguardado.
Só não quero mais encontrar o cara que era soldado.
Joaquina Affonso
Enviado por Joaquina Affonso em 27/01/2015


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr