Textos

As sementes do mundo
Então, encheram-se de paixão, rolaram em lençóis de cetim
Tocaram-se em lábios úmidos com  caricias sem fim,
tiraram uma semente do ventre e a jogaram ao chão.
De la nasceu um rebento vindo do coração.
o rebento virou homem, de seu ser nasceu o amor
Com uma mulher se deitou e  rolaram beijos apaixonantes,
Todos com grande fervor, como sempre foi como antes.
Assim a vida passa, deitam-se os amantes e mais caricias são trocadas
Rolam-se apaixonados e germinam como sementes.
o mundo é fértil e puro, nossa mente é  cheia de ilusão.
Que viva o mundo dos amantes! que fazem a troca das peças.
Que rodopiam de amores e  na vida fazem a festa!
Joaquina Affonso
Enviado por Joaquina Affonso em 08/02/2015


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr