Textos

O abraço
   Existem abraços maravilhosos que nos fazem lembrar momentos felizes.
   Alguns são afetos externados que nos lembram a infância.
   Eu quando era criança olhava para meu pai e perguntava com um ar de expectativa: Pai quanto você me ama? e ele me respondia com os braços abertos: Gosto de você assim... mas isso depois de toda a vida.
   Eu saia correndo com o coração saltitante e gritando...
   Meu pai me ama muito!Me ama por toda a vida.
   Desse abraço nunca me esquecerei, por minha vida inteira.
   Meus filhos quando crianças me faziam a mesma pergunta.
   Eu respondia a mesma coisa: Gosto um tanto assim... mas depois de uma vida inteira.
   Os abraços são como um sinal ao nosso coração.
   Ele nos aquece a alma, alimenta nossa vida, deixando fluir toda nossa força interior e renovando nosso espírito.
   O abraço é mágico, se estamos tristes nos reconforta com prazer, se felizes dividimos com quem nos abraça toda energia da alma.
   Portanto façamos o seguinte, vamos abraçar em todas as horas é o presente mais caro que podemos oferecer e nunca será  pouco.
   Quando abraçar, faça com prazer com ternura, como se você estivesse doando tudo que tem de melhor.
   Você verá, como vai se sentir mais recebendo, do que doando.
   Quando abraçar alguém que esteja triste, demostre que você deseja realmente que ele se sinta melhor e ele se fará sentir.
   Sinta como é bom estreitar-se nos braços de alguém que ama e quem quer bem.
   Mas quando abraçar, abrace grande  mostre que é pela vida inteira.
   Um afetuoso abraço.

Joaquina Affonso
Enviado por Joaquina Affonso em 02/06/2015


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr