Textos

A dificuldade em falar
Bom, nem sempre é fácil falar.
    Certas pessoas falam com a voz, outras com os olhos, outras ainda se expressam com gestos.
    No entanto existem muitos motivos para não falar:
    Talvez não fale por timidez, aí precisa treino, treinar para dizer o que quer, sem dizer o que não quer expressar, vou explicar: Você com a vontade de querer conversar fala na hora errada, entra na conversa dos outros, dá palpite para mostrar que fala e acaba sendo inconveniente mal interpretada.
    Para falar precisa ter diplomacia, tato, pense antes para não ser indiscreta e alguém não falar de você.
    Quanto a timidez, só existe uma coisa, treinar para não ver as pessoas, cada um tem uma forma: alguns pensam num grande muro a sua frente, outros olham para o fundo sala ou teatro(é o método que sempre uso).
    Algumas pessoas já nascem com a dificuldade da fala, outras adquirem com o tempo, por alguns traumas adquiridos, por limitações impostas, pressões familiares.
    Existem até as que já nascem com problemas psicológicos adquiridos pelo espírito em outra vida, esses seres desenvolveram doenças que impossibilitaram sua fala antes da morte e se foram com ela.
    Quando nascem tem dificuldade em falar, pois se lembram do efeito sem som antes da morte.
    Bom, teorias a parte eu acredito em todas.
    Mas o que importa mais em não falar é os ouvintes saber ouvir, prestar atenção no que o palestrante está tentando dizer, entender o que uma pessoa tímida quer suplantar ou entender o silencio de uma vontade de querer falar e essa é a mais difícil.
    Acreditamos no som mas não que existe vontade no silêncio, esse sim é o que mais se esforça, usa os olhos, os gestos com as mãos, a boca tenta balbuciar algo no desespero de evocar o som.
    No entanto se procurarmos ajudar e entender o limite maior  de cada um, possivelmente seremos mais humanos e coerentes, pois vamos nos lembrar que todos nascemos assim, mudos.
    Alguns de nós precisamos de mais tempo para soltar nossa voz, outros nunca poderão manifestar-se com ela.
    Mas de  uma coisa tenho certeza, todos precisamos nos entender, pois de nada adianta ir em fonoaudiólogo, terapeutas, neurologistas, etc.... Se não começamos a nos entender pelo coração e pelo espírito de fraternidade.
    A fala, a prosa e o diálogo começam pelo olhar.
Joaquina Affonso
Enviado por Joaquina Affonso em 14/06/2015


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr